Como escrever bem
sobre coisas
não extraordinárias.

Há muita beleza no cotidiano, muita história incrível no trivial e você pode usar esses pensamentos e técnicas para perceber graça nas apresentações e material que você prepara no seu trabalho!

Faz uns meses veio um cara me dizer que adorava ler meus textos, a coluna e o livro Do Amor, que achava uma delícia o jeito que escrevo. Agradeci, fiquei contente com o afago, e ele me perguntou uma coisa ou duas sobre escrita, sobre como enxergar as coisas para poder escrever sobre elas. Ele não foi o primeiro a me perguntar: toda semana pessoas se aproximam para me fazer questionamentos sobre escrita, sobre o jeito que escrevo, como monto meus pensamentos e a estrutura do que escrevo.

E só sei que, disso, saímos com dez encontro via vídeos marcados. Um  “curso” particular de escrita e visão para ter ideias de contos e de crônicas. Para usar habilidades de storytelling, de criação de narrativas para usar no trabalho. E foi bem foda! Conversas profundas, análises, correções, avanços reais. Prática.

Foi tão interessante a experiência que resolvi abrir pra mais pessoas!

1.jpg

Fechei um pacote de dez aulas particulares, com conversas em vídeo ao vivo pela internet, sobre literatura, escrita, contos e crônicas, Do Amor, teorias e muita prática.

Teremos aulas em que explicarei conceitos e estruturação de ideias, e teremos aulas de correção, debate e análise dos textos feitos como lição de casa. A ideia é avançar de fato, sair desse curso com a noção plena de que tá tudo aí para ser escrito.

Chega de não ter ideias. Chega de não saber o que fazer com as ideias.

Quer aprender a escrever? Vem falar comigo.

Serão dez encontros por R$1.200,00 (mil e duzentos reais), com envio de links, correção de textos, conversas e trocas. Algumas das coisas que vou passar:

  • Como apurar o olhar sobre o cotidiano e a vida;

  • O que está por trás do texto que estou escrevendo?;

  • A Intenção vale muito: o que queremos dizer quando estamos escrevendo;

  • Visão crítica de textos e de mundo;

  • Interpretação do próprio texto;

  • Estrutura de texto: esqueleto, o começo, meio e fim do que vamos escrever;

  • A micro história e a macro história dentro do seu texto;

  • A importância visual quando escrevemos;

  • Como editar o próprio texto.

Escrever é saber onde pisa
e criar pontes para que o outro
enxergue o que a gente vê.

Este curso serve para quem almeja iniciar uma carreira como escritor, quem quer publicar bons textos na internet, nas redes sociais, quem trabalha com conteúdo, com comunicação, com apresentações, artigos, relatórios, criação de textos, documentos, quem trabalha com vendas, com atendimento.

E dá pra rachar a conta!

É uma grana considerável, eu sei.

E, com isso, muita gente veio procurar, interessada, mas deixou pra fazer o curso em outro momento. Para ajudar, eu faço também o curso para mais de uma pessoa, e elas racham a grana!

Quer fazer em dois? A gente abre um Skype a três e mandamos bala! Vocês dividem o valor do curso e eu trabalho com os dois! .

“Ah, vai ser igual ao curso particular?”

Vai. Mas com a atenção dividida para duas pessoas, o que não é nada ruim, mas que tem que levar isso em conta. São as mesmas dez aulas, com a mesma programação, mas trocando com duas pessoas em vez de uma.

Interessou? Me chama e a gente organiza.

Passo os horários disponíveis e, fechando duas pessoas, boto em contato e a gente avança.

Nome *
Nome